As últimas notícias do Leão!

Cadeiras Cativas: proprietários já podem realizar a regularização anual

A novidade é que agora os proprietários podem fazer o recadastramento através do site do sócio-embaixador


Uma novidade para facilitar a vida de quem é proprietário ou então herdeiro de cadeira cativa do Estádio Major José Levy Sobrinho. A partir de hoje, a regularização anual dos assentos já podem ser realizada. Desta vez, não há necessidade de ir até o Limeirão, pois será possível fazê-las pelo site do programa sócio-embaixador.

Com isso, além de ficar em dia com a cadeira, o proprietário automaticamente se torna sócio-torcedor do Leão. A anuidade dará livre acesso as cadeiras em dias de jogos, também sem a necessidade de pagar ingresso. Todas essas vantagens por apenas R$ 25,90, ao mês.

Para simplificar ainda mais, o aderente deverá informar apenas o nome do proprietário da cadeira. Com isso, a Internacional iniciará uma gestão automatizada do cadastro dos proprietários ou herdeiros, algo que jamais foi realizado, formando assim um banco de dados que poderá ser utilizado para diversos fins.

“Ter um cadastro atualizado, após muitos anos sem um trabalho neste sentido, é muito importante para captação de recursos. Desta forma, gerando receita com as cadeiras, podemos concentrar nossas forças para realização de manutenção e revitalização do setor”, o presidente Paulo Eduardo de Toledo Barros.

Além de todas as vantagens e benefícios, com a carteira de sócio em mãos, o torcedor não enfrentará mais filas na entrada do estádio e nem precisará apresentar o ingresso, tendo assim, acesso ao Limeirão de forma tranquila e com total comodidade para vibrar e torcer pelo Leão da Paulista.

Portanto, para o torcedor que possui cadeira cativa ou mesmo para o herdeiro que se utiliza dela em dias de jogos, basta acessar o www.socioembaixador.com.br, escolher a opção pra sócios-proprietários, inserir o nome do titular da cadeira e fazer o cadastro. Depois, escolha a opção de pagamento e colabore para reconstrução de uma Internacional cada vez mais forte.

Deixe um comentário